logo

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Coisa antiga pode ser assunto cultural

Às vezes me pego cantando alguma musiquinha que me vem à lembrança, por alguma razão, de propagandas de produtos que talvez nem existam mais, mas que ficaram guardadas em algum cantinho da memória.

Com essas cantorias minhas, algumas filhas acabam aprendendo,  e passaram a cantar também, sem nem mesmo terem conhecido tal objeto ou lugar. E, quando  reproduzem  isso entre as amigas, estas ficam espantadas, por nunca terem ouvido tal coisa.

Seguem alguns com uma melodia agradável, que  podem  distrair a garotada e suscitar histórias para pais ou avós contarem a seus filhos e netos.

1 – Ao ver
um avião voando:
Estrela brasileira no céu azul// iluminando de norte a sul//
Mensagem de amor e paz// nasceu Jesus, chegou o Natal //
Papai Noel voando a jato pelo céu// trazendo um Natal de felicidade//
E um ano novo cheio de prosperidade! // VARIG, VARIG, VARIG!

2 – Na hora do tombo e de fazer o curativo:
"Tropeçou, caiu, machucou, uuiii!i, tem que ser Gelol
trombou, dividiu, foi no futebol, ui, ai, ai!, tem que ser Gelol
Não há dor que não se cure, torcicolo que perdure, tem que ser Gelol
Caiu, bateu, escorregou, aaai!, tem que ser, tem que ser, Gelol!"

3 – Ao trocarmos uma lâmpada:
Se a lâmpada queimar// Não adianta reclamar //Nem bater o pé// Pé
O que resolve é ter logo à mão //
É lâmpada GE //se você apaga //É lâmpada GE// Peça a marca e bata o pé  //
O que você precisa // É de lâmpada GE

4 – Todos no carro e paramos para abastecer:
Só Esso dá ao seu carro o máximo,
Só Esso dá ao seu carro o máximo,
Só Esso dá ao seu carro o máximo,
Veja o que Esso faz. Só Esso Extra! Extra! Extra!

5 – Quando falamos em economizar:
O tempo passa // O tempo voa
E a poupança Bamerindus continua numa boa.....
É a poupança Bamerindus!

6 – Na hora de cobrir a criançada:
Já é hora de dormir // Não espere mamãe mandar
Um bom sono pra você //E um alegre despertar.

7 –
Essa é sempre lembrada na hora de lanchar:
"É hora do lanche // Que hora tão feliz // Queremos Biscoitos São Luiz"

8 – E quando esfria não há como não cantar:
Pergunta: quem bate? // Resposta: é o frio!
Cantando: Não adianta bater // que eu não deixo você entrar
Nas Casas Pernambucanas  // é que vou aquecer o meu lar.
Lãs e cobertores eu vou comprar //nas Casas Pernambucanas
E nem vou sentir // o inverno chegar.

São pequenas lembranças que divertem e trazem assunto e grandes histórias para as crianças povoarem suas mentes e darem asas as suas imaginações.

Lâmpada GE// Se você acende

Um comentário:

Thierry Guedes disse...

eu amo ver essas cioisa


Postar um comentário