logo

sexta-feira, 13 de março de 2015

Para assistir no cinema - Sniper Americano

 Por Patricia Carol Dwyer

Aproveitei da VEJA esse ótimo resumo feito por Miguel Barbieri Jr. do filme "Sniper Americano".

Clint Eastwood, 84 anos, um veterano à frente e atrás das câmeras, faz um registro seco para enfocar as feridas da guerra no cotidiano de Chris Kyle, (papel de Bradley Cooper). Deixa para os créditos finais, o sentimentalismo genuíno, acompanhando as imagens reais do biografado, um atirador de elite, responsável por matar 160 pessoas, (confirmadas) em nome da defesa de militares americanos e civis iraquianos. Partindo da infância do protagonista, a história concentra-se em sua fase adulta, passando pelo casamento com Taya, (Sienna Miller), pelos treinamentos militares e, sobretudo, pelas operações no Iraque, após os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. Eastwood afasta-se da "patriotada" e dos julgamentos morais para ir fundo nos dilemas de um homem a serviço de uma nação. Ignorado no Globo de Ouro, o longa surpreendeu na corrida do Oscar, concorrendo ao melhor filme, ator(Cooper), roteiro adaptado, montagem, mixagem de som e edição de som. Direção: Clint Eastwood.

Achei formidável, e recomendo especialmente, se levarmos em conta os exemplos de coragem, lealdade aos amigos e à Pátria, e a força do desapego ao trabalho para se dedicar mais à família.

Um comentário:

Caro Morrison disse...

Eu acho que isso é uma adaptação , recentemente vi entre os filmes HBO e eu gostei , acho que merecia ganhar pelo menos um Oscar de melhor ator Bradley Cooper como fez um grande trabalho e esforço físico viu

Postar um comentário