logo

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Perguntas e Respostas: Dra Mannoun Chimelli - Adolescentes - Como educar? (Parte 67)

As perguntas estarão apenas com as iniciais dos nomes, para deixar bem à vontade nossas amigas.

1 – A. diz: Meu filho tem 16 anos e é hemofílico. Fico muito preocupada com ele saindo com os amigos. Medo de acidentes de garotos, no futebol, brincadeiras, etc. Quais providências devo tomar para orientá-lo, sem deixá-lo apavorado com medo de morrer?
RESP: Caro(a) A.
O próprio Hematologista já deve ter feito as orientações necessárias para seu filho e a família -; andar com uma identificação tipo um bonito cordão de pescoço ( que hoje todos os jovens usam) com uma placa contendo o tipo de sangue, nome, endereço, 1os socorros, etc.
Quanto aos medos, ele necessita viver uma vida normal, sair, praticar algum esporte( consultar sempre seu medico )
A meu ver, salvo outra opinião, a natação seria muito boa e com menos riscos de acidentes.
Fundamental é que ele mesmo esteja bastante bem informado e consciente de seus limites para seu próprio bem.
Esta é a razão pela qual disse que o médico que o acompanha deve ter dado todas as informações e que os familiares não falem demais dos riscos a cada vez que ele saia de casa seja para a Escola seja para o lazer. Que tenha bons amigos - também informados da sua hemofilia, porque são muito importantes em sua vida !
Morrer todos iremos um dia - é um tema que deve ser tratado com mais naturalidade nas famílias- nem tanto e nem tão pouco....
Não se aflijam tanto e aprendam a viver bem o dia a dia - cada dia com as alegrias que lhe são próprias porque cada dia é um presente !
Atenciosamente, fico a seu dispor , Mannoun

2 - A. diz: O que a Sra. acha de teste vocacional para os adolescentes de 15 anos? É importante? Tem realmente valor?

RESP:Caro(a) A.
Testes vocacionais são bastante falhos porque nosso dia é variável- tempo e temperatura, estado de espírito, humor, ambiente... E os testes são muitas vezes realizados em um só dia.
Alem disso, testes revelam áreas de interesse e não UMA determinada área ou profissão.
Pais e professores, especialmente os pais que buscam conhecer bem os filhos, a meu ver são mais interessantes na ajuda que os testes em qualquer idade.
Quais as tendências dos filhos? Leitura, escrita, habilidades manuais, artísticas, gastronômicas, detalhes de organização?
O famoso “jeito para tal ou qual "atividade, o gosto revelado por eles mesmos... falam muito !
Uma indicação que faço sempre é que os pais ajudem os filhos a começar um curso técnico aos 14/15 anos e não o Ensino Médio simplesmente. O Brasil necessita BONS TECNICOS urgentemente!
Isto porque quando finalizarem os 03 anos do Ensino Médio eles não estarão capacitados a uma boa escolha - caso desejem e possam ingressar na Universidade - nem preparados para o Mercado de Trabalho e já terão completados seus 17/18 anos....
Espero ter ajudado e fico às suas ordens, Mannoun

5 comentários:

Anônimo disse...

Descobri que meu filho adolescente está bebendo e fumando. O que devo fazer? Ele tem 15 anos e anda muito nervoso e mal nos estudos.

Anônimo disse...

Dra existe algum remédio para fobia social? Minha filha não consegue ficar onde tem muita gente e entra em pânico com isso. Não sei o que fazer, se obrigo ela dá mais trabalho, aí ela fica em casa. Nem em festas esta indo.

Stella Halley disse...

Queria ter lido essa postagem antes dos filhos entrarem no ensino médio. Agora só para os netos!

Stella Halley disse...

Liana, indiquei você para o selo Sunshine Award. Abaixo link para as instruções. Desculpe o trabalho, mas você merece a homenagem!

http://asorrir.blogspot.com/2010/11/sorrir-premiado.html

Liana Clara disse...

Stella muito obrigada! Vou ver como se faz e qualquer dpuvida volto a te perguntar.
Beijos

Postar um comentário