logo

terça-feira, 28 de outubro de 2014

"Seguimos nadando"?

A família hoje esta apreensiva, com todas as mudanças que estamos vivendo em nossa nação. A falta de perspectiva de um mundo melhor, nos deixa cabisbaixos, com olhares tristes e distantes. Até o tempo chora, com lágrimas dos céus, um grande choro, lavando a nossa dor e nossas preocupações por dias melhores.

Não podemos desistir desanimar; só por um dia podemos nos dar a esse luxo, nada mais do que um dia. As famílias, os filhos, precisam de nós, do nosso norte da bússola, para seguirem seus caminhos e lutarem por dias melhores, sem esmorecer e com a coragem de quem consegue ver além do horizonte pequeno, dos nossos dias atuais.

Não podemos nos abater, como diria a Dori, no filme Procurando Nemo: “continue a nadar”! – continuemos então lutando, para que nossos filhos tenham também um lugar ao sol, digno e feliz.

Nem sempre as mudanças são as melhores soluções, mas quase sempre nos ajudam a corrigir o rumo das nossas vidas, ajudam a nos fazer buscar novos caminhos, novas saídas. Mas, de qualquer maneira temos o dever de sermos exemplos de coragem para nossos filhos, para que creiam num mundo melhor.

Termino com um trecho de um  poema de Medeiros e Albuquerque Leopoldo Miguez, para animar-nos na jornada:

“Eia, pois, brasileiros avante!
Verdes louros colhamos louçãos! (loução – belo, elegante)
Seja o nosso País triunfante,
Livre terra de livres irmãos!

Liberdade! Liberdade!
Abre as asas sobre nós!
Das lutas na tempestade
Dá que ouçamos tua voz!”

2 comentários:

Pat disse...

Que bonito o ânimo transmitido nesta mensagem otimista/realista.
É verdade que de nada adiantará ficarmos depressivos, preocupados. Esse "fato" que nos abalou muito a princípio será mais um daqueles acontecimentos que Deus sabe o tempo certo de mudar e nós precisamos continuar a fazer o melhor com nossa vida pessoal e familiar, para afogar o mal em abundância do Bem!

Ânimo e bola pra frente(mas de OLHO BEM ABERTO!)

Jaqueline Melo disse...

O "continue a nadar" da Dolly é a moral da história não só do filme "Procurando Nemo", mas das nossas vidas". A resiliência e a perseverança tão presentes naquele longa nos falta agora, na vida real, quando nos deparamos derrotados como nesse último dia 26! Mas, vida que segue... Há vida após as eleições e deve ser vivida com "ânimo e coragem, pois Deus vê o nosso lutar"(Beata Bárbara Maix). Grande beijo querida, gostei muito do texto e, como vc, tenho certeza que se o bem ainda não venceu é porque o jogo ainda não acabou! Sigamos em frente, de cabeça erguida e nunca desistamos de nadar... "Continue a nadar, nadar, nadar... Quer achar a solução? Nadar!"

Postar um comentário