logo

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Sexta-feira : Programar a Diversão da Família



Dia do limite - Todos já chegaram ao seu limite: Muito trabalho de segunda a sexta, muito estudo, muitas horas extras, agora é o momento de programar o Lazer do final de semana.

A diversão une a família e aumenta o diálogo entre todos.

Quando se tem filhos pequenos tudo fica mais fácil, apesar de dar um pouco mais de trabalho, eles concordam rapidamente com o que sugerimos fazer e pronto, lá vamos nós para uma diversão alegre e descontraída.

O coisa vai complicando quando temos várias idades em casa. Esta diversidade tem que ser bem administrada para produzir bons frutos.

Falando em várias idades e alguns filhos, veio-me a mente a imagem do equilibrista de circo com aqueles palitos compridos e sobre eles uns pratos, todos girando harmoniosamente. Assim deveríamos estar com a família e os filhos. Todos em ressonância. E na menor parada de algum, imediatamente colocando-o de volta ao rítmo.

Isso funciona bem com os pratos (reparem que são sempre chineses que o fazem, os reis da paciência), mas com criança - aí é outro assunto. Jovem então, é ainda mais complexo.

A nossa garotada hoje em dia já tem mil atividades assumidas, como judô, caratê, futebol, basquete, natação, balé, e toma de competições e apresentações, um verdadeiro moto contínuo que dificulta o entrosamento entre os irmãos e os pais.

Vamos ter então que planejar estes dias de descanso com muito cuidado, para tentar agradar a "gregos e troianos". Para que isso aconteça é preciso rezar muito, pedir a todos os santos que nos ajude nesta missão: Arrumar uma atividade para todas as idades!

Quem sabe devamos dividir a programação em etapas ou quem sabe mais ainda será preciso que pai e mãe se dividam para estar um pouco com cada grupo? O importante é que eles vão ver o nosso esforço por querer proporcionar algo de agradável a eles.

Só não podemos esmorecer - alguma coisa a família fará junta. Quem sabe uma caminhada pela lagoa, ou uma subida por uma trilha. Aqui no Rio de Janeiro não faltam trilhas, a das Paineiras, a Vista Chinesa, na Urca o caminho Cláudio Coutinho....... Pra quem estiver em São Paulo, não desanime, uma boa caminhada pelo Ibirapuera já descontrai bastante. Estamos num país com um relevo e um clima de dar inveja é só por as mãos a obras.

Outra idéia seria complementar a caminhada com um gostoso piquenique, com direito a cachorro quente e suco bem geladinho, mas talvez isso seja pedir demais aos adolescentes. Um grande "MICO"! Mas que é divertido, com certeza é.


Bem, se de tudo não conseguirmos unir a todos num lazer ao ar livre, vamos aproveitar a oportunidade para um bom papo descontraído para que cada um conte como foi sua semana e rirem das situações que no momento pode ter parecido difícil.

"Pois seja o que vier
Venha o que vier (venha o que vier)...
" - Milton Nascimento (Canção da América)

Podemos lembrar também que estes dias são bons para aumentar os laços de amizade entre nossos amigos e filhos com os nossos. Um cineminha com pipocas em casa com um bom filme, pode juntar não só os nossos filhos como alguns amigos.

Caso os maiores não gostem da programação, não desistam, pelo menos os menores gostarão e apreciarão sua companhia.

Outra atividade legal é fazer teatrinho com a raia miúda, sempre cai bem, eles curtem muito mais a preparação e o ensaio. Podem usar aquelas roupas antigas guardadas lá no fundo do armário, como fantasias improvisadas.

Vamos lá! Curtir a filharada sem esquecer-se das visitas aos vovôs e vovós que também precisam do nosso carinho, aproveitem bem a presença deles.

Um comentário:

Stella Halley disse...

Fazer cinema em família também é muito gostoso. Bolar o roteiro, escolher as roupas, representar, descobrindo talentos escondidos. São muitas gargalhadas na hora e outras depois da edição. Aí todos se juntam, para assistir e trocar idéias. Precisamos voltar a fazer isso.

Postar um comentário