logo

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Descomplicando viagens com os pequenos (III)

Por Maya*

No hotel

Procure hotéis com estrutura para crianças, se houver um frigobar e um micro-ondas no quarto ajuda muuuito! Caso contrário, pergunte na recepção se eles podem esquentar a mamadeira ou mandar água quente para o quarto, normalmente eles são super solícitos quando estamos com bebês e crianças pequenas!

Sabe aquele cueiro que eu falei no primeiro post ( link aqui) que é um quadrado enorme? Eu uso em hotel como lençol e toalha! Para o banho, se o hotel tiver banheirinha, ótimo - mas quase nenhum tem, por isso a solução é banho no chuveiro! Mesmo recém-nascidos podem tomar banho no chuveiro, exige um pouco de prática mas é bem tranquilo! Se você não gosta da ideia do chuveiro, pode comprar uma piscininha inflável ou uma banheira desmontável, há várias opções, ficam pequenas e cabem na mala!
Alimentação

Esse é um item um pouco mais complicado. Quando eles só mamam no seio ou mamadeira é tranquilo. Se tomar leite na mamadeira leve o leite em pó (leve bastante e fechadinho na mala para não ter risco de não achar a marca com a qual que ele está acostumado), leve um detergente para lavar as mamadeiras na pia do banheiro mesmo! Se o bebê já come sopinha veja se no restaurante do hotel fazem – eu, no entanto, sempre dei papinha pronta nesses casos porque é mais simples. Quando viajávamos dentro do Brasil comprava no local, já para o exterior eu levava as papinhas para todas as refeições e algumas extras; elas são bem diferentes em cada país e seu bebê pode odiar o sabor e as misturas diferentes! Eu comprei uma caixa de plástico com a altura dos potes de papinha maiores e enchia – a mala ia metade papinha, metade roupa! Bebidas sempre comprei no local, comprava, suco, água e deixava no quarto do hotel. Quando eles começam a comer de tudo, fica mais fácil: em qualquer lugar você pede um frango ou uma carne com legumes e arroz, macarrão, purê de batata, frutinhas, sucos!

Passeios

Eu levo sempre um carrinho guarda-chuva que deita quase completamente, até troca de fralda faço no carrinho quando não tem trocador! Mesmo os mais velhos com 3, 4 anos cansam de andar, cansam da rotina nova, acabamos dormindo mais tarde e os dias são agitados! Procure passeios que agradem todo mundo, vários blogs oferecem dicas de lugares legais. Lembre-se de parar um pouco pra eles brincarem e mantenha uma rotina de alimentação, o que facilita na adaptação ao local e ao fuso.


*Maya -  paulistana, mãe de um menino e com outro a caminho, engenheira, hoje mãe em tempo integral!

Um comentário:

Jaqueline Melo disse...

Dicas ótimas Maya! O carrinho guarda chuva é tudo! Principalmente nas viagens!

Postar um comentário