logo

sexta-feira, 18 de março de 2011

Uma viagem a Roma

Relembrando uma viagem a Roma, fiquei horas me divertindo com as memórias dos acontecimentos. Essas viagens, além de serem um descanso notável para a mente, são também excelentes para combater qualquer doença como o Alzeimer, porque ficam gravadas no cérebro e vira e mexe retornam sensações de coisas vividas nelas.

Roma pra mim foi um encanto, estar no berço da civilização e beber daquela cultura toda que estava no ar é inesquecível. E se Deus quiser ainda voltarei lá, pois é um local inesgotável de lugares interessantes para se ver e visitar.

Aqui coloco coisas que não podemos deixar de conhecer, estando em Roma, pessoas de todos os credos não podem deixar de ver, porque transcendem a fé, e vêm ao encontro do belo da arte e da cultura. É claro que em Roma teremos muito mais coisas a visitar, é uma cidade que não se esgota em beleza.

Vaticano - Mesmo o Vaticano sendo um país, independente da Itália, não se vai a Roma sem vê-lo. Ele é o coração pulsante de Roma. A basílica, as tumbas e a cúpula é possível visitar em um dia só. Para visitar os museus, onde está a famosa Capela Sistina, você precisa de, no mínimo, três horas (sem contar o tempo que se perde na fila, que em alta temporada é enorme).
Castel Sant’Angelo -Também conhecido como Mausoléu de Adriano (imperador), já foi usada como edifício militar na época do Império Romano, como fortaleza dos papas no período medieval e como prisão na época dos movimentos para unificação da Itália.
Piazza Navona- belíssima praça; nos tempos da antiga Roma era o Estádio de Domiciano. Além disso, bem ao centro da praça está a Fontana dei Quattro Fiumi (Fonte dos Quatro Rios) .
Pantheon - Templo dedicado a todos os deuses romanos, que mais tarde se tornou uma igreja católica, onde se encontram enterradas diversas personalidades .
Piazza Venezia- Umas das mais famosas praças romanas, onde está o monumento dedicado ao rei Vittorio Emanuele II .
Fórum Romano - Era o centro comercial, religioso e político da Roma Imperial.
Coliseu - Construído nos anos 70 d.C. foi utilizado para realizar combates de gladiadores, lutas de animais, execuções, batalhas navais, caçadas, etc.
Arco de Constantino - Fica entre o Coliseu e o Palatino, foi construído para comemorar a vitória de Constantino sobre Maxêncio na Batalha da Ponte Mílvio, 312 d.C.
Palatino - Uma das sete colinas de Roma, é uma das partes mais antigas da cidade.
Segundo a lenda, Roma teve origem exatamente nessa colina.
Circo Máximo -Era uma arena muito antiga usada para jogos e entretenimento pelos reis etruscos. Depois começou a ser utilizada também para festivais, corridas de bigas, teve capacidade para até 250.000 espectadores. Hoje só existem poucas ruínas.
Termas de Caracalla -Uma das maravilhas da Roma antiga, foram construídas pelo imperador Caracalla em 212 – 217 d.C. e podiam abrigar mais de 1500 pessoas.
Basilica di San Giovanni in Laterano - É a catedral do Bispo de Roma, ou seja, o Papa. Seu nome oficial é Archibasilica Sanctissimi Salvatoris (Arquibasílica do Santíssimo Salvador) e é considerada a “mãe” de todas as igrejas do mundo.
Fontana di Trevi - Com certeza, é uma das maiores e mais bonitas fontes de Roma. Inaugurada em 1735, marca o ponto final do Acqua Vergine, um dos mais antigos aquedutos de Roma.
Piazza di Spagna -Uma das mais belas praças italianas possui uma escadaria que leva até a igreja Trinità dei Monti. Além disso, bem no centro dela, existe a Fonte della Barcaccia, uma fonte em forma de barca projetada em 1627 pelos famosos escultores italianos Bernini, pai e filho.
Piazza del Popolo - A Praça do Povo, uma das mais importantes praças de Roma, foi modificada diversas vezes pelos pontífices, sendo a última projetada por Giuseppe Valadier (importante nome do Neoclassicismo). Abriga três igrejas: Santa Maria del Popolo, ao lado da Porta del Popolo bem onde Nero morreu e foi sepultado, e as gêmeas Santa Maria in Montesanto e Santa Maria dei Miracoli ao lado oposto da praça.
Duas fontes: Fontana della Dea di Roma de um lado e Fontana del Nettuno do outro.
E no centro o Obelisco Flaminio, trazido do Egito para Roma pelo imperador Otaviano Augusto, circundado por quatro leões de mármore.
Villa Borghese - Situado na colina Pinciana, é o terceiro maior parque da cidade com 80 hectares. Era a casa de recreio que o Cardeal Scipione Borghese mandou construir na periferia de Roma e onde reuniu a sua coleção de obras de arte (Galleria Borghese, que abriga obras de Gian Lorenzo Bernini, Caravaggio, Leonardo da Vinci, Raffaello, Rubens, Tiziano, etc.).
Via Apia – Esta é lindíssima e seus subterrâneos contam toda a história dos primeiros cristãos. Vale uma visita por aqueles que não sofrem de claustrofobia.
Boa viagem!

6 comentários:

Stella Halley disse...

De todos esses lugares maravilhosos que você mencionou, Liana, me falta um passeio pela via Appia. Espero realizá-lo algum dia. Sempre imagino o exército romano marchando sobre as pedras ou São Pedro voltando, depois do encontro com Jesus.

Liana Clara disse...

Olha Stella foi muito emocionante este passeio, inclusive descer as catacumbas, coisa que não faria de novo hoje por medo, mas vale a pena, você transpira história e sente o nascimento do cristianismo ali. Vale tb visitar por ali a igrejinha do Cuo Vades, onde vemos as marcas dos pés de Nosso Senhor indo de encontro a Pedro.

Anônimo disse...

Só eu não apareci na primeira foto!

Liana Clara disse...

Anonimo, com certeza você estava tirando a foto! ahahahhah

Patricia C. disse...

Olá! Cheguei um pouquinho atrazada nesse post, mas não resistí dizer como ADOREI essa viagem virtual que pude fazer, relembrando de alguns desses lugares fantásticos das fotos, mas outros, muito vagos na lembrança, pois também faz um "pouquinho" de tempo que passei por lá.

Precisamente,há 53 anos atrás apenas(fazendo os cálculos,+ 9s fora e tirando a raiz quadrada,tinha 11 aninhos, em viagem de férias com meus pais e 5 irmãos).

Como sempre,fica difícil dizer se gostei mais pelo passeio maravilhoso, ou se por ter estado cercada pela segurança e amor da família mais próxima durante quase 2 meses...

O próximo "sonho" será conhecer o Canadá,para onde meu filho tão querido emigrou.
E VIVA SÃO JOSÉ, NESTE SEU DIA ESPECIAL!

Liana Clara disse...

Olá Patrícia, eu também já fiz esta viagem faz um tempinho, mas tudo ficou gravado na memória e tenho muita vontade de voltar, os filhos aproveitaram muito esta viagem e alguns já voltaram lá. E a cada ida sempre se vê algo novo que não foi visto na viagem anterior. É um encanto só.

Postar um comentário