logo

domingo, 6 de março de 2011

Sugestão de filme para ver em família - Canções da Terra de Minha Mãe - Exílios no Iraque

Este filme mostra a opressão sofrida pelo povo curdo, que atualmente, representa o maior grupo étnico do mundo sem um Estado próprio.

É um filme do diretor curdo Bahman Ghobadi, e acontece durante a guerra entre o Irã e o Iraque, na década de 80, mostra um grupo de músicos curdos iranianos que parte em uma missão quase impossível: encontrar Hanareh, uma cantora de voz mágica que atravessou a fronteira e agora pode estar correndo perigo no Curdistão iraquiano.

Tudo começa quando um velho pai iraniano chama seus dois filhos para resgatar Hanareh, a mãe dos rapazes, que estaria ajudando os curdos do lado iraquiano da fronteira. Pela cultura iraniana, esta atitude provocaria vergonha em toda a família, tornando-se urgente que a mulher retorne ao seu país.

Começa, então, uma história trágica pela região fronteiriça, constantemente bombardeada por Saddam Hussein (o filme foi feito antes da invasão de Bush).

Pessoas se encontram e se perdem, valas comuns com milhares de corpos são achadas, ladrões e contrabandistas agem livremente. Uma verdadeira terra de ninguém com paisagens áridas, poeirentas e congelantes. As relações humanas se resolvem aos gritos e,também aos tapas. O caos é total. A busca por Hanareh, mesclam-se alegrias, decepções e descobertas.

Foi premiado em Cannes e Chicago, Canções da Terra de Minha Mãe - Exílios no Iraque mostra dois belos momentos cinematográficos dignos de lembrança: as mulheres tirando a sobrevivência das próprias mãos, através da extração do barro para a fabricação de tijolos; e a singeleza dos aviões infantis feitos de papel misturados ao som aterrorizante dos jatos de Saddam.

2 comentários:

Stella Halley disse...

Oi Liana, você viu esse filme na TV? Não parece que exista para venda no Brasil.

Liana Clara disse...

Oi Stella de fato vi na TV, mas verifiquei que tem a venda, mas não me lembro onde. Coisas da minha memória falha!! Vou procurar e te digo, bjs

Postar um comentário