logo

sábado, 2 de agosto de 2014

Morando sozinha pela primeira vez

Por Ana Maria Oliveira*
Surgiu uma oportunidade de fazer um período da minha faculdade na Flórida. Seria um convênio entre a universidade Estácio e a Valencia College, com parceria da Disney. Eu estudaria três matérias e faria um estagio trabalhando para a Disney (ou resort ou parque temático).

Morar sozinha, aos vinte anos, já é complicado, imaginem em um país desconhecido e de outro idioma, cultura e costumes diferentes.  Fui com um grupo de dez brasileiros, e ao chegar lá fomos divididos em apartamentos e condomínios, (existem quatro condomínios para todos os programas de intercâmbios para a Disney). Eu fiquei em um apartamento com duas canadenses e uma japonesa.

O crescimento pessoal começou a partir do momento em que eu tinha que lavar roupas, fazer comida, arrumar a casa, estudar e trabalhar, uma realidade completamente diferente da que eu tinha em casa. Além disso, precisava ainda equilibrar as finanças com o pouco dinheiro que recebia no meu trabalho. Tive uma semana que passei inteira apenas com quarenta dólares, na qual me alimentei de miojo e salsicha – no café da manhã, almoço e jantar.

Trabalhei para um dos maiores parques da Disney, (Magic Kingdown), nos primeiros três meses como merchandise, (vendedora de souvenir), e nos outros três como outdoor vender, (pipoqueira), o que me ajudou a perder a timidez e lidar com pessoas, bem como desenvolver fluência no idioma inglês e a lidar com finanças em outra moeda, em grandes quantidades de dinheiro.

Na parceria com o Valencia College eu fiz três matérias que mais uma vez me ajudaram com o idioma – desta vez mais intensamente na parte escrita, formal. Tive que fazer trabalhos escritos e apresentações, junto com os americanos que já cursavam a Universidade local.

Foi uma experiência muito enriquecedora que recomendo a todos, pois não existe crescimento maior do que ser jogado aos lobos; perder as manhas do colinho da família.

*Ana Maria Oliveira – é estudante de hotelaria, e gest service de um hotel 5 estrelas no Rio de Janeiro.

Um comentário:

Jaqueline Melo disse...

Legal essa experiência! Seu texto é bem esclarecedor para essa garotada q vai para intercâmbio! Vou marcar a Ju lá no face para q ela veja! Parabéns Ana Maria!

Postar um comentário