logo

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Amamentando: Relactação ou Translactação

* Por Maite Tosta

mamatutti2[5]Amamentar nem sempre é tão fácil como parece. Muitas vezes as mães se deparam com dificuldades – pega incorreta, produção aparentemente insuficiente, baixo ganho de peso – e precisam complementar a mamada com a fórmula (NAN, Aptamil, Similac, Enfamil, etc), o que resulta num sentimento de frustração por não ser suficiente para o bebê, por não poder amamentar.

GRD_173_mamatutti[4]A relactação ou translactação é um método de iniciar ou reiniciar a produção de leite da mãe (ou mãe adotiva). Com essa técnica, mãe e bebê podem desfrutar da proximidade proporcionada pela amamentação e reforçar os vínculos, sem a preocupação com o ganho de peso e a nutrição do bebê.

O processo consiste em colocar o leite numa seringa, mamadeira ou outro recipiente, ligando-se a uma sonda que deve ser presa ao seio, com sua extremidade perto do mamilo. A criança sugará o mamilo e a sonda ao mesmo tempo e, à medida que se alimenta, também estimula a produção do leite materno. A altura em que é colocado o leite e a força de sucção da criança determinam a velocidade de ingestão. O fluxo é controlado ao se dobrar um pouco a sonda.

sns medela 2[3]
Este material deve ser bem limpo e esterilizado em água fervente cada vez que for usado. O tempo para que a produção de leite pela mãe aumente é de no mínimo uma semana, requer paciência e persistência para se obter sucesso. O leite ministrado pela sonda é o que a criança estava usando e, na medida do aumento de produção pela mãe, este é restringido progressivamente. O uso de droga estimulante não é necessário. O envolvimento da mãe e sua disponibilidade de tempo neste processo é essencial.

O sistema pode ser montado com mamadeira regular e sonda nasogástrica nº 4 (mais usada) ou 5, ou ainda sonda aspiração traqueal nº 4, inserida no furo do bico da mamadeira, que deve ser ligeiramente aumentado para esse fim. Entretanto, há marcas que oferecem o sistema já pronto, como a Medela e a Mama Tutti, cujas fotos seguem abaixo.

Algumas mães relatam que a sonda que vem com o Mama Tutti é muito grossa e o fluxo de leite fica muito forte. Este blog não experimentou e nem recomenda uma ou outra marca. As fotos estão aqui somente para que as mães conheçam esse sistema de aleitamento e possam fazer sua pesquisa pessoal. De qualquer modo, a sonda que vem com o sistema pode ser substituída pelas sondas nasogástricas sem problema.
sonda-nasogastrica-longa

A sonda possui dois lados. Um deles vem com uma borrachinha que você deverá retirar, cortando com o auxílio de uma tesoura. Este lado é mais “molinho” e é o que será introduzido na boquinha do bebê. O outro lado, por ser mais duro, pode machucar o bebê, pelo que ficará dentro do recipiente. Inicie a amamentação ao seio e após cerca de uns minutos você já poderá introduzir a sonda na boquinha do bebê. Enquanto ele suga, coloque delicadamente a pontinha da sonda no cantinho da sua boca e introduza-a até sentir que ao sugar está saindo o complemento pela sonda. Você irá notar facilmente pelo barulhinho do bebê sugando e engolindo e também pelo fluxo de fórmula (leite artificial) pela sonda. Você também poderá utilizar um esparadrapo tipo “micropore” para segurar a sonda bem junto ao seio.

Medela SNS[5]Caso o bebê solte a sondinha ou cuspa, recoloque-a. Pode ser que no início ele estranhe, mas logo irá se acostumar. A mãe precisa ter paciência e insistir. Assim que você perceber que a fórmula (leite artificial) está acabando, retire a sonda para evitar que o bebê sugue ar.

Para as mães que experimentarem a técnica, por favor enviem seus relatos para therezatosta@yahoo.com para que, através da divulgação, possamos ajudar outras mães e bebês a se beneficiarem.

* Maite Tosta - bacharel em Letras e especialista em Direito Constitucional, é serventuária de Justiça, tutora de cursos à distância, casada e mãe de quatro filhos no Rio de Janeiro/RJ. Católica e Vascaína, gosta de escrever e de mídias sociais.

3 comentários:

Jaqueline Melo disse...

Quantas mães adotivas ou não podem vir a usufruir dessas dicas maravilhosas! A amamentação é algo maravilhoso e complexo, que dádiva de Deus poder contar com essas técnicas para que ela não seja interrompida!

Liana Clara disse...

Jaqueline, com tudo isso, as mães todas podem amamentar seus filhos sempre. Inclusive as mães só do coração! Isso é maravilhoso.

Raquel Suppi disse...

Informações preciosíssimas!
A amamentação é um momento abençoado! Que maravilha seria se todas as mães pudessem viver isso com seus filhos!

Postar um comentário