logo

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Compras com as crianças - loucura ou necessidade?

Quem se aventura a levar os pequenos ao mercado, para fazer as compras de mês? Aqueles que não tem com quem deixá-los (ainda mais quando são cinco crianças ente 10 e 1 ano)!
Passei por essa façanha algumas vezes na vida. Hoje recebo o fruto desses passeios: os filhos maiores não só me ajudam, como fazem as compras melhor do que eu.

Mas, como tudo tem seu preço, no período em que eram pequenos, essas compras custaram caro! Não só no preço como também na disposição física. Era uma verdadeira maratona. Bons tempos! (Digo agora, olhando para trás rsrs).

Em uma das inúmeras vezes, cheguei a ir ao mercado com esses cinco filhos - nos dividimos em 3 carrinhos: o primeiro com o maior de 10 anos, o segundo com os dois seguintes, de 9 e 7 anos e o terceiro comigo e as duas meninas de 2 e 1 ano. Seguimos juntos pelas fileiras das mercadorias, escolhendo qualidade e preço, e fui aproveitando para ir ensinando muitas coisas nesse vai e vem no mercado.

Num determinado momento, os dois peraltas que iam juntos resolveram apostar corrida com o mais velho e saíram à toda, fazendo uma curva fechada que resultou na queda e capotagem do carrinho do mercado, repleto de mercadorias. Dentre elas uns saquinhos de leite, (sim, sou antiga), que explodiram, derramando leite pra todo lado.

Nesse momento, toda calma é necessária, assim sendo, fiquei estática, imaginando qual estratégia deveria adotar, tendo em vista que já estava com as duas meninas e o meu "possante" também lotado.  Para meu alívio, logo apareceram pessoas bondosas e solidárias que os socorreram, levantando o carrinho e ajudando-os a catar aqui e ali as compras que voaram longe.

Eu optei por permanecer incógnita (como se isso fosse possível), fazendo-me de boba, como se não os conhecesse, até que eles pudessem retornar ao meu encontro. A maravilha de tudo é que eu era jovem, e a juventude nos proporciona disposição e nos ajuda a corrigir rapidamente o ânimo e o bom humor.  Assim sendo, partimos para o caixa, pagamos as compras e fomos guardar tudo no carro, já conseguindo rir da odisseia.



3 comentários:

Pedro disse...

Serei eu o que é mencionado aí?

Liana Clara disse...

Um deles, com certeza!

Jaqueline Melo disse...

Sei bem o quanto é difícil fazer compras de supermercado com crianças, ainda mais quando não se tem carro! Mas é algo q traz muitos ensinamentos tanto para os pais como para os filhos q aprendem juntos a se safarem de situações como essas né Liana! Adorei seu texto! Suas experiências me engrandecem muito!

Postar um comentário