logo

quarta-feira, 22 de maio de 2019

Educando para o futuro – exemplo de vida

Observando a política atual do Brasil podemos fazer várias reflexões para a vida. Porém, agora, vou falar apenas de uma – a vida exposta para todos.

Cada político que entra para o governo tem sua vida completamente exposta ao mundo. Conseguem esmiuçar em poucos minutos quem a pessoa é, o que fez da vida desde seu nascimento, até os cantinhos mais obscuros e desagradáveis que viveram até então. Não há piedade, não existe o sentimento de que podem ter mudado, ou que aquilo foi um pequeno deslize  de jovem. A sociedade atual é implacável. As mentiras e as verdades, muitas vezes aparecem juntas num mesmo texto de internet. 

Nós país temos o dever de criar nossos filhos para o mundo, independente do que venham a ser no futuro, com a visão de que somos filhos de Deus. Com virtudes humanas bem arraigadas. Não me canso de dizer que o que fazemos, cada passo que damos tem repercussão no nosso futuro. 

Um filho bem formado conseguirá passar por um mar de lama sem se sujar também. Parece difícil, não é? Mas é possivel sim. Por isso é tão importante educarmos tanto nas pequenas, quando nas grandes coisas. Não permitir que peguem nem um único biscoito na prateleira do mercado, mostrar o valor de ser honesto, sincero e leal. Virtudes de ouro.

Tenho uma amiga que hoje está muito idosa, nem consegue nem falar mais, porém um dia me falou uma frase que guardo até hoje, e repito aqui lembrando da voz dela: “ depois que se põe a mão na lama perde-se o nojo”.  Importa muito sabermos separar as ocasiões de cair na tentação do erro, de ir pelo caminho mais fácil. Este é o momento de  reconhecer até onde podemos ir sem nos sujarmos, sem deixarmos nos convencer de que fazer tal falcatrua não será um mal maior, sem pensar que é apenas um jeitinho que estamos dando na vida.

Nunca foi tão importante formar homens e mulheres honestos, nunca essa virtude esteve tão em falta neste país. O sentido de propriedade, de respeitar as coisas alheias, e de que sob pretexto nenhum podemos levar vantagens sobre alguém usando de desonestidade.

Vamos educar nossos filhos com nosso exemplo, tendo uma vida transparente, vida que pode ser publicada em qualquer tabloide, mesmo os mais mentirosos não sobreviverão inventando mentiras para manchar nossa virtude da honestidade.

terça-feira, 30 de abril de 2019

PRESENTE PARA O DIA DAS MÃES

O mês de está chegando e todos os sentidos da família ficam voltados para aquela que nos gerou.

Os filhos sempre ficam pensando o que dar a mãe no seu dia de comemoração; as lojas dão mil ideias. Desde um simples sabonete cheiroso até uma viagem num cruzeiro da América até os confins da terra.

Conversando com muitas mães, por todos esses anos em que também sou mãe, pude ter a certeza de que o melhor presente para nossas mães é a harmonia e o carinho entre seus filhos.

O que mais uma mãe quer do que ver seus filhos, frutos do seu ventre, amando-se, sendo gentis uns com os outros ?

A felicidade de uma mãe é saber que no dia em que partir deste mundo deixará irmãos amigos; não só unidos pelo sangue mas também pela alma , que farão tudo uns pelos outros, para permanecerem amigos e fiéis a família.

É claro que tudo isto não invalida dar uma lembrancinha feita com o coração. (Risos)!

A família reunida, sem brigas, com a colaboração de todos é como minha sogra gostava de dizer: “um sonho dourado”.

quinta-feira, 4 de abril de 2019

Fenômeno Bettina - uma ilusão?

Hj eu li uma análise bem interessante sobre o fenômeno Bettina, mostrando-a desde criança:  boa aluna, família realmente de grandes posses, pai dono de fábricas; teve grandes festas de 15 e de 18 anos, viajou pela Europa , Depois passou uns tempos no Egito; fez faculdade de administração ou algo similar não lembro agora, e acabou de se formar, aos 22 anos. Usando  um pouco da matemática e da lógica: somando os fatos e a idade dela já da para se especular sobre a veracidade da história.

Outro dado importante, caso essa história seja verídica, é que ela não começou aplicando 1520,00. Teve de fato uma grande ajuda do pai. Eu acho que numa entrevista ela fala que o pai colocou 42.000,00 reais depois que ela começou a investir. Usando também da lógica: mesmo aplicando na bolsa de valores não daria para chegar a um milhão em tão pouco tempo de vida adulta dela. Com todas suas viagens entre 15 aos 19 anos, onde com certeza gastou bastante dinheiro.  Também vemos que estando tão distante, durante esse período, não daria para administrar dinheiro algum.  Essa análise parece bem ponderada e mais próxima da verdade sobre esse fenômeno “fazedor de dinheiro”.
 O negócio é que essa empresa, para a qual trabalha,  já tem fama e vários processos em cima por forjar falsas propagandas.  Acredito que essa menina seja mais um instrumento pra levar mais pessoas a aplicar dinheiro com essa empresa, do que ela ser modelo de trabalhadora que subiu na vida aplicando bem seu dinheiro. 


No meu entender esse fenômeno que ela diz ser  desanima mais as pessoas que batalham muito e ganham seu salário minguado no final do mês, do que as ajudam a lutar. Também ilude essas mesmas pessoas a pegarem seu salário minguado e aplicar do mesmo modo que ela; e não ter nem de longe este mesmo sucesso. 

Quem começa a vida com um salário pequeno tem que escolher bem como poupar e no que gastar.
A conclusão para este tema num blog para a família é que temos que estar sempre alertas e aproveitar esses assuntos para dar formação humana aos filhos. Dinheiro, de modo geral, não se ganha fácil, o mais importante é ter consciência de ganharmos o nosso dinheiro de forma honesta. Não nos deixarmos entrar pelo caminho mais fácil. Procurar sempre o caminho correto, mesmo que seja o mais difícil. 

Queremos um mundo melhor para nossos filhos, não um mundo onde só queremos tirar vantagens uns em cima dos outros. Podemos morrer sem deixar nenhum bem material aos filhos, mas o importante é deixarmos lembranças de como vivemos a justiça, a fortaleza, a honestidade, a perseverança no bem, e algumas outras tantas virtudes.

Poderão dizer de nós: “está é Fulana, esta com X anos e já tem  uma fortuna incalculável de virtudes humanas e espirituais para servir de exemplo a seus descendentes.”

sábado, 16 de março de 2019

Fidelidade temporizada?

Atualmente fazemos plano com operadoras de celular, com tempo de fidelidade determinado. Constantemente ouço pessoas falando que : “estou esperando minha fidelidade com a operadora X acabar para ir para a operadora Y”. Fala-se tanto em fidelidade que banalizaram a virtude; até o nosso banco nos oferece cartão de fidelidade. Na verdade o que todos querem é que sejamos exclusivos ao serviço.
Na vida de família é importante viver a fidelidade entre marido e mulher, e não só ensinar aos filhos esse valor, como também dar exemplo de vida, para que num futuro esses jovens venham a viver sua própria fidelidade. 

Ser fiel aos seus objetivos para sua vida:  Sua profissão, seu trabalho, seus ideais, sua fé, seu namorado,  seu cônjuge. Nunca se viu tanta infidelidade como nesta geração atual. Uma triste constatação. 


A fidelidade aprende-se em casa, mas também se cultiva para que tenhamos felicidade. Palavras parecidas na grafia e também complementares na virtude. 

Vamos ajudar nossos filhos nessa busca pela felicidade, com exercícios de fidelidade. Mostrar que num namoro é importante que seja fiel enquanto dure, mas num casamento essa mesma virtude tem tempo de eternidade. Até que a morte nos separe. Ser fiel a uma pessoa é não substituí-la nem em pensamento. É um caminho de dois sentidos. 


Quando namorei meu marido, sempre fomos fiéis um ao outro, resolvemos nos casar porque vimos que nos amávamos e queríamos construir uma família juntos. Permanecemos fiéis até hoje, já estamos com quase 45 anos de casados, e, podemos afirmar que em todo esse tempo não faltaram ocasiões para vacilar, mas sempre fugimos desses momentos, porque queríamos cultivar nosso amor para o “ até que a morte nos separe”, que prometemos no dia do nosso sim. Este legado e esse valor da fidelidade deixaremos de exemplo aos filhos.

 Assim temos que ir caminhando em cada fase da nossa vida. Sem plano com tempo para fidelidade. Deixemos isso para a CLARO, TIM, VIVO, etc....

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Alegria dos pais - harmonia no lar

Não há nada que entristeça mais uma mãe e um pai do que a falta de harmonia entre os filhos, na família.

Seja em qualquer tipo de família, com dois ou mais filhos, a maior preocupação dos pais é deixar um legado de amor entre seus filhos, noras e genros. Cada um com seus temperamentos, seu modo de ser, precisa encontrar uma forma de amar os membros da sua família maior, evitando conflitos e desavenças. Como é bom todos reunidos, com suas novas famílias construidas, em torno de seus pais com a idade mais avançada, dando alegria e trazendo conforto a cada um.

"Este mundo seria muito diferente se as pessoas procurassem tratar bem os demais. Imaginem uma família na qual todos se esforçassem para viver isso todos os dias! E se esse esforço não fosse só dentro de casa, mas também na rua, no trabalho, no clube, no supermercado etc.? O mundo seria realmente outro!

Tratar bem os demais implica vários empenhos da nossa parte, o esforço para sermos pessoas agradáveis. Esse esforço se traduz em quatro lutas concretas. A luta:

– para sermos mais delicados;
– para sermos mais oportunos;
– para respeitarmos mais o modo de ser das pessoas;
– para falarmos mais de coisas positivas do que negativas."
-Padre Paulo M. Ramalho


Vamos então examinar-nos para ver onde podemos melhorar no trato com nossos parentes: será que sei respeitar o jeitinho de cada membro da família? Os que entram na família já constituída, vem com seu modo de ser, formado com outros costumes, com suas características peculiares, seu modo de se vestir, de falar, de rir, seu tom de voz...

Lembro-me de que quando casei havia uma grande diferença no modo de falar da minha família para a família do meu marido; em casa falávamos muito alto, como desculpa de nosso avô ser surdo. Já na casa da minha sogra era costume falar baixo, pausado. Esses pequenos detalhes, muitas vezes podem ser motivo para atritos. Cada lado precisa ceder e tentar tornar a vida em família mais amável.

Esse foi apenas um exemplo para mostrar como devemos trabalhar com a família, pequenos detalhes. Eles farão toda a diferença para que todos se deem bem, sem brigas.


Nunca paramos de nos preocupar com nossos filhos, e na idade avançada, o ponto da harmonia entre todos é o que mais preocupa, vamos embora e queremos saber que deixamos um legado de paz e união entre os filhos que seguirão em frente seus caminhos.